#ABussoladeOuro

A Bússola de Ouro - Philip Pullman

10:27 AM

A Bússola de Ouro - Fronteiras do Universo

                                   

Quando Lyra recebe o aletiômetro estranho e misterioso, se inicia uma jornada extraordinária para as terras geladas do ártico, onde clãs de bruxas e ursos de armadura travam uma luta decisiva. Seu destino terá consequências inimagináveis, muito além do mundo em que ela vive...
Título: A bússola de ouro
Autor: Philip Pullman
Editora: Objetiva
Gênero: Romance; Série; Fantasia;
Tipo: Trilogia






A Bússola de Ouro tem como título original "As Luzes do Norte" e já foi adaptado para o cinema em um filme que estreou no ano de 2007, com mesmo nome do título do livro. A história do volume um conta sobre as aventuras de Lyra Belacqua, uma jovem de 12 anos de idade, que cresceu sem saber quem eram seus pais criadas pelos catedráticos da faculdade Jordan, em Oxford uma tranquila cidade na Inglaterra, para onde foi trazida por seu tio Lorde Asriel. Diferente do mundo que conhecemos, no mundo de A Bussola de Ouro, todos os seres humanos tem um dimon, que representa sua alma, estás fascinantes criaturas tem formas de animais e só assumem uma forma fixa que representa a personalidade de seu dono após a puberdade. Nenhum humano pode tocar no dimon de outro humano, e nenhum humano pode se afastar de seu dimon... Jamais. 

E é baseado nesta separação que a bússola de ouro desenrola todo seu enredo. Na cidade onde Lyra vive e em todo o mundo crianças estão desaparecendo pelas mãos de criaturas que ficaram conhecidas como "Globbers" as teorias sobre o que eles faziam com as crianças eram terríveis e em seu mundo de faz de conta com seu melhor amigo Roger, ela adorava brincar de caçar a estes perseguidores de crianças. O que Lyra não sabia é que um dia Roger seria pego e após ganhar um misterioso presente do reitor de sua faculdade e de embarcar em uma grande viagem seu único objetivo é salvar seu melhor amigo e quem sabe todas as outras crianças.


Algo que eu sempre venho dizendo em minhas resenhas é a importância de um autor prender o leitor até o final do livro. E sobre como isso diferencia um autor bom de um autor ótimo. Eu quis ler a Bússola de Ouro, principalmente porque já havia visto o filme quando era bem mais nova e eu fiquei fascinada. O filme obviamente tinha uma sequência que até hoje não foi lançada e anos mais tarde após ver o filme eu descobri que a Bússola de Ouro também era um livro, então meu desejo por ler a trilogia era algo notável porque eu realmente estava muito curiosa para saber o que aconteceria a essa pirralha travessa e corajosa que era a Lyra. Li o primeiro livro novamente mesmo tendo visto o filme, e fico muito feliz de dizer que 90% do filme é fiel ao livro, de diferente existem alguns detalhes não tão importantes, algumas cenas também por que o livro contém 365 páginas e o final que é BEM diferente. Mas em suma, o filme ficou ótimo. Mas o livro... Gente, o que é esse livro?

A grande magia do cinema são os efeitos e as cores e o brilho que as imagens permitem que nós vejamos, mas Philip Pullman, quando desenvolveu está história guiou a narrativa com tamanha maestria que você vive aquilo, junto de Lyra. Mesmo que o filme seja fantástico e eu recomendo que vocês vejam, o livro é uma obra de arte. 

Passei o dia inteiro ontem lendo para conseguir terminar e fazer a resenha e eu me deleitei com cada página. Não existe uma parte ruim em que você pensa; "Ah, já que está um pouco chato, farei uma pausa para o café". O livro é inteiramente repleto de mágica e cheio de envolvimento e você quer muito fazer parte daquele universo, você se conecta com o drama de Lyra e de seu dimon e torce tanto para que tudo dê certo no final que conforme as coisas vão acontecendo você vai seguindo emocionalmente a trama como uma montanha russa. 

Os personagens são fantásticos. São lindos, são maravilhosos, são tão bem elaborados que você quer que eles existam. Quer que todo o enredo seja verdade. A inteligencia de Pullman, foi tamanha que ele desenvolveu uma história tão bem estruturada e mesmo tendo publicado o primeiro livro em 1995 você sente que tudo poderia ser bem atual ou futurístico. Ou simplesmente paralelo. Nada massante, nada antigo, tudo muito bem escrito e desenvolvido. 

Devo admitir que estou apaixonada pelo livro, morrendo de curiosidade para ler o próximo e recomendo que vocês deem uma oportunidade porque esse livro não vai decepciona-los. Para quem curte o gênero fantasia e ficção vai adorar. 

"E ela se viu livre, e Pantalaimon pulou para ela como um raio. Ela o apertou contra o peito, e ele enfiou as garras de gato-do-mato na carne dela, e a dor era agradável.               - Nunca! Nunca! Nunca! - Ela gritou, e se enconstou a parede para defendê-lo até a morte de ambos." 

#Resenhas

O Sal da Vida - Françoise Héritier

1:54 PM

O Sal da Vida  - O que faz a vida valer a pena!

                                   Existe uma forma de leveza e de graça no simples fato de existir, que vai além das ocupações, além dos sentimentos poderosos e dos engajamentos políticos. É sobre isso que este livro fala. Sobre esse pequeno plus que nos é dado a todos: “O Sal da Vida”. Nesta meditação, nesta espécie de poema em prosa em homenagem à vida...



Título: O sal da vida
Sub-titulo: O que faz a vida... Valer a pena!
Autora: Françoise Héritier
Editora: Valentina
Gênero: Poema em prosa;
Tipo: Vol. Único






"Um livro para sorrir, se emocionar, viajar, recordar e viver."  disse o France Culture conceituando o livro que se tornou best-seller e o mais vendido na França. Quando eu vi este livro pela primeira vez o título e a sinopse me despertaram muito interesse. Principalmente porque sou grande fã de livros do gênero auto-ajuda e automaticamente considerei este livro como parte da lista, mas a título da verdade acredito que O Sal da Vida não se enquadra nesta categoria, de fato encontrei dificuldades para generalizar o trabalho da autora francesa Françoise. Uma vez que apesar de ser um livro relativamente curto assim que eu comecei a ler o texto fiquei impressionada com a porção de situações, coisas, lugares, momentos e sensações que a autora conseguiu colocar dentro de todas as  96 páginas do livro. 

Para que vocês tenham uma ideia do que é está obra o Sal da vida é basicamente uma lista repleta de pequenas situações que nos propiciam enorme felicidade. Existem algumas referências a cultura francesa que eu confesso que não entendi e que me deixaram um pouco receosa porque não sabia ao que a autora estava se referindo, mas na maior parte do texto dei alguns sorrisos sem intenção e algumas risadas. É com certeza muito interessante analisar que a autora deu-se ao trabalho de criar uma obra que aprecie o ato de se viver. 

O Sal da Vida pode se tornar um pouco cansativo se você considerar que é uma lista que contém noventa páginas, mas de igual forma a leitura deve ser feita com calma, de forma sútil para apreciar e entender a mensagem por trás do desempenho da autora. O objetivo deste livro é fazer com que você lembre-se da importância de viver, apreciando pequenos momento e valorizando as pequenas coisas que nos fazem realmente muito bem. 


Gostei e me diverti muito com esse livro, primeiro devorei ele em poucas horas porque mesmo sendo um livro pequeno ele pode se tornar um pouco cansativo e como eu estava super curiosa para fazer a leitura não me permiti parar por um segundo. É um livro gostoso para se ler em um sábado de manhã, quando o sol aparece e o clima está um pouco frio. Quando você senta com uma cadeira e aprecia cada página. Parei para pensar sobre várias situações que a autora nos colocou e me senti realmente inspirada após o termino. É realmente como se tivesse recebido um sopro de vida.

A autora fez muito sucesso principalmente na frança e eu devo confessar que o trabalho dela foi muito simples ela só fez com que cada um de nós tivéssemos uma cópia daquilo que deveríamos apreciar todos os dias. Ela fez uma lista das coisas realmente importantes e corriqueiras que nos fazem felizes e com isso ganhou uma grana hehe. A verdadeira questão é que vale muito a pena adquirir O Sal da Vida se você por algum motivo já esqueceu-se de como é viver a vida da forma mais simples possível. Vale a pena também se você está triste. Se você está feliz. Se você não tem tempo. Se tem tempo de sobra. Se é rico. Se é pobre. Vale a pena adquirir esse livro simplesmente porque são vários os momentos em que perdidos em nossas rotinas atarefadas nos esquecemos de viver. O mais incrível é que vivemos de forma plena e não valorizar isso é um insulto. 

Se você anda se sentindo desmotivado ou ama o ato de viver pense nesse livro como um caderno de suas próprias memórias, quando se identificar muito com algo pense em alguma vez que se encontrou em determinada situação e sorria e seja feliz. Parafraseando a autora, viver é feito pura e simplesmente de tornar todo episodio de nossas vidas um tesouro irrevogável. 

"Ver, ouvir, observar, entender, tocar, admirar, acariciar, sentir, cheirar, saborear, ter gosto por tudo, por todos pelo próximo, enfim pela VIDA."  (Página 96.)

#Resenhas

Cinderela Pop - Paula Pimenta

9:36 AM

Cinderela Pop - Princesas Modernas

                                   Cintia é uma princesa dos dias atuais: antenada, com opiniões próprias, decidida e adora música! Essa princesa pop morava com os pais em um castelo enorme de onde via toda a cidade. Todas as noites ela olhava pela janela, de onde ficava admirando a vista e sonhando... com um príncipe que ainda não conhecia.Porém, um dia, o castelo de Cintia desmoronou e com ele tudo à sua volta. Desiludida, ela deixou de acreditar em romances e teve que reconstruir cada parte de sua vida, sem deixar o mínimo espaço para o amor.Ela só não contava com um detalhe... Havia mesmo um belo príncipe em sua história. E tudo o que ele mais queria era descongelar o coração da nossa gata (nada) borralheira!



Título: Cinderela Pop
Autora: Paula Pimenta
Editora: Galera Record.
Gênero: Romance, ficção brasileira. 
Tipo: Série Princesas Modernas




Cintia tinha uma vida perfeita... Antes de os pais se separarem! Depois disso, foi arrancada de seu castelo, perdeu o contato com seu pai e passou a viver com sua tia, porque sua mãe estava ocupada com um projeto arqueológico no Japão. Apesar de ver sua vida de princesa ser arruinada, Cintia conseguiu se adaptar a sua nova vida de plebeia e até mesmo pensou ter se encontrado na música que ela conheceu graças ao namorado de sua tia que era DJ e permitia que ela tocasse de vez em quando. 

O único problema aconteceu quando a escola decidiu proibir o uso de celulares até mesmo na hora do intervalo que era a única hora em que Cintia conseguiria falar com sua mãe que estava do outro lado do mundo. Com o surgimento deste problema ela foi impelida a recontatar o pai e é assim que começa a história da nossa Cinderela... 


Curiosidade, é tudo o que eu posso dizer. Fiquei muito curiosa para finalmente poder ler este livro. Primeiro porque é difícil que qualquer escritor consiga reescrever uma história inspirada em algum clássico literário e recria-lo de forma que não se torne massante, ou óbvio demais. Bem ou mal, todos nós podemos imaginar o final (felizes para sempre), mas se nos permitirmos deixar que o autor nos surpreenda ler um livro é sempre mágico. 

Posso afirmar com certeza que Paula Pimenta tornou este livro mágico. Para começar o enredo é super óbvio, mas bem elaborado, isso porque para quem conhece e adora a história da Cinderela (COMOEU!!!) é fácil reconhecer os personagens e as características das personalidades marcantes de cada um, ela manteve isso fielmente no livro, mas não deixou de inovar, ela conseguiu transportar todo o período histórico do clássico original para a época em que estamos agora, todas as situações problemas e todas as relações dos personagens, todo o contexto é moderno e atual e isso é muito interessante porque trouxe um novo ar para a história. Era a história da Cinderela, mas era uma Cinderela diferente. 

Particularmente adorei a forma como ela manejava a escrita, nunca se tornava massante, nunca se tornava uma leitura cansativa ou mal elaborada, enquanto eu lia eu conseguia acompanhar o ritmo de forma sútil sem nunca precisar parar por cansaço ou por qualquer outra razão, e por ser um livro curto de 156 páginas realmente não foi necessário parar de ler. Apesar do número de páginas eu não percebi nenhum lapso ou falta de alguma informação no decorrer do livro. 

Estava muito curiosa para ler algum livro da Paula Pimenta, qualquer um que fosse, apenas porque todas as pessoas que eu conhecia e que já haviam lido algum livro das séries Fazendo meu filme ou Minha vida fora de série eram apaixonados pela escrita da autora e por ser uma autora nacional ela realmente merece reconhecimento. Apostei com fé no livro, mesmo sabendo que por ser inspirado em um clássico e por ser um livro curto eu poderia me decepcionar, é com prazer que recomendo a leitura e  indico que vocês conheçam o trabalho da autora e se vocês já conhecem acompanhem mais esse trabalho porque realmente vale a pena. 


Eu não imaginei que gostaria tanto de Cinderela Pop, na verdade, minha grande felicidade foi com a graciosidade do livro. Foi muito gostoso ler, é um livro leve, você já conhece a história, mesmo assim pode ser surpreendido, existem momentos em que você fica nervosa, existem momentos em que você ri, existem momentos em que você suspira e eu fiquei tão feliz com o final da leitura desse livro que já me permiti comprar o Princesa Adormecida que também é da autora e promete seguir a mesma onda do Cinderela Pop. 

Nada realmente me deixou com aquela sensação de "eu não estava esperando por isso", mas o livro me prendeu de verdade e isto é algo que eu realmente admiro. Existem autores fantásticos que criam universos, personagens e tramas fantásticas, mas que não conseguem te prender tão bem quanto outros e isto é uma pena. Por que na minha sincera opinião o que faz de um livro bom é o tamanho do engajamento que ele te proporciona. Se ele é simples, mas você não conseguiu larga-lo por um segundo, ou roeu os dedos de tanta curiosidade, isso é o que importa é ai que o autor atingiu seu objetivo, e eu acredito que a Paula conseguiu isso comigo e com várias outras pessoas.  Estou realmente feliz de poder recomendar esta leitura e indico ela principalmente para as pessoas que gostam de uma leitura suave, divertida, corrida, sem muita complexidade, mas que com certeza vai te entreter até você acabar o livro (isso se conseguir parar de ler). 
"- Você sabe que eu não vou deixar você fugir nunca mais... - Ele falou em meu ouvido enquanto dançávamos.   - É bom mesmo... - respondi - Porque parece que finalmente o meu coração está batendo no ritmo certo.
- Pop? - perguntou, rindo. Confirmei [...]"
Página. 146

#Whatever

3:32 PM

Háa, como é gostoso quando a gente quer muito alguma coisa e compra ela né? Então, meus queridos leitores, eu recentemente fiz CINCO novas aquisições literárias que eu acredito que vão ser muito boas e eu estou realmente torcendo para que sejam. Eu realizei a compra hoje então a gente tem um período de entrega ainda para correr pela frente, mas eu quero a partir de agora deixa-los informados então vou colocar aqui os livros que eu comprei para que se vocês já tenham lido deixem uma opinião para que eu veja o que vocês acharam também!

Eu com certeza vou fazer uma resenha deles assim que eu acabar de lê-los, mas a parte mais interessante é que eu paguei uma merreca por cada livro! Sou apaixonada por literatura, porém tenho muito receio com relação aos preços dos livros porque infelizmente uma livraria física acaba cobrando o dobro ou mais do preço do livro na internet e por esse motivo sou apaixonada pelo e-commerce. Quero deixar com vocês também dicas para que nunca paguem de mais por um livro. Eu sei que vale a pena, mas muitas vezes você perde a oportunidade de economizar bastante e é sempre bom valorizar nosso dinheirinho. Me considero uma expert porque nunca pago muito pelos meus livros e tenho um acervo consideravelmente bom. Mas voltando ao assunto principal seguem minhas novas aquisições. Se vocês gostariam de ler algum deles me digam! Eu adoraria saber :D


OIOIOI - VOLTEI?

3:10 PM

HEY, MEUS QUERIDOS LEITORES, COMO ESTÃO?

Faz muito tempo desde que eu já não posto conteúdo novo no blog, mas talvez agora eu volte a atualiza-lo com mais frequência, as coisas estavam um pouco corridas, continuam corridas, mas como este é um passa tempo que eu adoro e que eu com certeza não queria ter abandonado vou tentar retornar e postar mais conteúdo e deixar vocês contentes, ok? Só queria dar esse recadinho então, beijos e até os próximos posts.

#Resenhas

Teardrop - Lauren Kate

4:33 PM

Teardrop - Lágrima

                                   Depois de perder a mãe em um acidente no mar, Eureka acha que nunca mais voltará a sorrir. E a promessa que fez à mãe – a de nunca mais chorar – se torna quase impossível… até conhecer Ander. Louro, alto e de pele muito branca, o rapaz parece estar em todos os lugares e saber coisas que não deveria sobre Eureka. Inclusive um estranho segredo relacionado às suas lágrimas e aos três artefatos que herdou da mãe: uma carta, uma pedra e um misterioso livro que conta a história de uma menina com o coração partido. Ela chorou tanto que deixou debaixo d´água um continente inteiro. Logo Eureka vai descobrir que a antiga lenda é mais que uma história, que Ander pode estar dizendo a verdade e que sua vida pode ter um curso mais sombrio do que ela imaginou.



Título: Teardrop
Sub-titulo: Lágrima.
Autora: Lauren Kate
Editora: Galera Record.
Gênero: Fantasia, romance. 
Tipo: Bilogia. (Vol. 1) 




Eureka não imaginou que sua vida pudesse ficar pior. Depois de um acidente de carro que tirou parcialmente sua audição e matou sua mãe, tudo o que ela faz é ir a consultas obrigatórias com psicólogos diferentes e aturar sua madrasta que parece não suporta-lá, seu pai não é o mesmo homem que conhecia e sua vida na escola virou de cabeça para baixo, não que ela se importe, porque para Eureka a vida deixou de fazer sentido assim que Diana, sua mãe, deixou de fazer parte dela. Mas graças a sua amiga Cat, seu melhor amigo Brooks e aos gêmeos que ela tanto preza Eureka tenta seguir em frente e retomar sua vida na medida do possível. 

O que ela não esperava era o aparecimento de Ander em sua vida, depois de um pequeno acidente onde os dois se chocaram Eureka percebeu que Ander estava em quase todos os lugares e que conhecia coisas que nem mesmo ela conhecia sobre si mesma, ela estava assustada, mas o problema era que queria que ele estivesse em todos os lugares, queria Ander por perto, apesar de não conhece-lo tão bem, e este misterioso garoto e a paixão até então esquecida de seu melhor amigo por ela retornam e a assombra-lá. 

Tudo muda com a herança que sua mãe deixa há ela. Um livro, uma pedra e uma carta mudam a jornada de Eureka e colocam a prova a promessa que fizera anos atrás a mãe: Nunca mais chorar. 
Ansiosa é a palavra para o que eu estava sentido com relação a este livro. A primeira coisa que me forçou a compra-lo foi definitivamente a capa, é impossível não se apaixonar por esta criação tão bem colocada. O segundo fator que me levou a coloca-lo na minha estante foi: Lauren Kate. Eu conhecia a autora por causa da série Fallen, mas como eu nunca tivera a oportunidade de ler, apesar da vontade, achei que faria sentido conhecer algum trabalho da autora até que eu pudesse finalmente me entregar a saga de anjos. 

Não me arrependi. Na verdade, estou me sentindo realmente realizada com a leitura. Apesar da escrita ser em terceira pessoa e eu realmente não estar acostumada a isto sinto como se pudesse me adaptar facilmente após este livro. Lauren tem uma pegada leve, não é rica em detalhes, o que com relação a sua forma de escrita é um ponto positivo, pois como ela conduz as coisas lentamente os detalhes deixariam tudo mais chato. 

Gostei da forma com que ela deu tempo ao tempo e transformou os personagens no que deveriam ser em seu determinado tempo. Adorei a forma com que ela conseguiu fazer com que os personagens secundários soassem melhores do que os principais. Apesar das depressões e melancolias de Eureka a animação e diversão de personagens como a Cat foram bem exploradas e transformaram a história em algo doce. 

Minha única decepção foi a história ter ficado realmente emocionante e prazerosa nos últimos capítulos. Aquela sensação de roer unhas e não conseguir largar o livro, infelizmente, só me atingiu quando o livro estava atingindo seu fim. 

Se você procura um livro cheio de ação e aventura este não é o livro para você, na verdade, Lauren traz este romance de forma leve e límpida, traçando esta história aos poucos, como um filme que se desenvolve em câmera lenta, isto não transforma a história em chata, na verdade, é uma forma interessante e fantasiosa de se aproveitar um domingo de tarde. 
Não sei como vou aguentar até que Waterfall o segundo livro seja lançado, mas sei que minhas expectativas estão altas com relação a este livro. Principalmente, por que Teardrop termina de uma forma boa o suficiente para te fazer sonhar com o segundo. O ápice de toda a história encontra-se no final, embora os mistérios, segredos e fantasias encontrados em todo o enredo sejam fortes o suficientes para te manterem com os olhos no livro até o fim. 

O livro não é muito forte, não é uma das melhores literaturas que eu já fiz, mas é definitivamente uma ótima literatura. Acredito que a personagem mais fraca seja realmente Eureka, como em qualquer Y.A, um triangulo amoroso forte, algo que eu realmente gostei na história foi o triangulo amoroso que foi muito bem elaborado. 

A pouca mitologia que foi colocada nesse volume deixa um gosto de quero mais, explorar a história de Atlântida desta forma é arriscado, mas se Lauren fizer um bom trabalho no segundo livro e souber explorar isto tenho certeza de que será magnânimo. 

No geral, é um ótimo livro, com ótimo conteúdo, ótimos personagens, uma forma leve de escrita e particularmente eu achei incrível. Fiquei tão animada para poder ler Waterfall que não consigo nem me segurar em cima de meus próprios pés. Infelizmente, Waterfall não tem previsão de lançamento no Brasil, mas até lá que tal curtir Fallen que é o outro trabalho da autora? É sempre uma opção.

Então é isto queridos leitores, espero que tenham gostado da resenha, ficou pequena, simples, porém é de coração. Se vocês decidirem ler este livro apaixonem-se por Ander como eu fiz porque se algo ruim acontecer no segundo livro preciso de parceiros para sofrerem comigo... E isto não é um spoiler, mas caso tenham ficado curiosos, leiam (; HAHA!
"- Por que tenho de sobreviver? 
- Você precisa sobreviver porque eu não conseguiria viver num mundo sem você." 
Página. 299

facebook

Quanto tempo! + Página no Facebook

3:19 PM


Hey, meus queridos leitores, como vocês estão? Eu estou morrendo de saudades de publicar aqui, espero que estejam com saudades das minhas resenhas também, mas se vocês querem realmente saber o que aconteceu vou resumir tudo em duas palavras: Trabalho e Estudo. 
Não tem sido fácil e acreditem eu tento! Tenho que admitir que um pouquinho disso tudo é preguiça, mas eu vou voltar a postar mais, EU TENHO!!!! Principalmente agora que minhas aulas estão na reta final, vocês terão muito mais conteúdo agora.
O motivo deste post é me explicar e dizer a vocês que sim EU TOMEI VERGONHA NA CARA e criei uma página para o blog. Vocês tem que curtir agora, hein, pediram tanto, haha. Mas, por favor, curtam a page, acredito que ela terá mais conteúdo do que o blog, já que é muito mais fácil publicar lá do que aqui. 
De qualquer modo, aguardem as novas atualizações, continuo aqui por vocês.

Link da page: https://www.facebook.com/heyqueridoescritor

#trailer

#TRAILER - Filme: Cinquenta Tons de Cinza +REVOLTA!

4:37 PM


Hey, meus queridos leitores, como vocês estão? Eu estou bem, mas vim aqui para causar polemica. Nesta última quinta feira foi liberado o trailer do filme Cinquenta Tons de Cinza, um filme de romance erótico baseado na trilogia de sucesso da autora E.L. James. 
Basicamente é isto mesmo, agora antes de começar a debater com vocês quero que vocês assistam ao trailer do filme que na minha opinião ficou fantástico:

#Resenhas

A Seleção - Kiera Cass

9:53 PM

A Seleção

                                   Não queria ser da realeza. Não queria ser Um. Não queria nem tentar. Nem todas as garotas querem ser princesas. America Singer, por exemplo, tem uma vida perfeitamente razoável, e se pudesse mudar alguma coisa nela desejaria apenas ter um pouquinho mais de dinheiro e poder revelar seu namoro secreto. Um dia, America topa se inscrever na Seleção só para agradar a mãe, certa de que não será sorteada para participar da competição em que escolherá sua futura esposa. Mas é claro que seu nome aparece na lista das Selecionadas, e depois disso sua vida nunca mais será a mesma... "


Título: A Seleção
Sub-titulo: Trinta e cinco garotas e uma coroa.
Autora: Kiera Cass
Editora: Seguinte
Gênero: Distopia, Romance.
Tipo: Trilogia (Vol. 1)  

#Resenhas

#Resenha - Belo Casamento

1:22 PM




Título: Belo Casamento
Subtitulo: -
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus
Tipo: Conto
Avaliação:
Sinopse: 
A louca e viciante história de amor de Travis e Abby foi narrada por ela em Belo desastre e por ele em Desastre iminente. Como num conto de fadas moderno, sabemos que eles se casaram e foram felizes para sempre... mas quanto realmente conhecemos dessa história?Por que Abby fez o pedido de casamento?Que confidências eles trocaram antes da cerimônia? Onde passaram a noite de núpcias?Quem sabia que eles iam se casar e guardou segredo?Todos os detalhes sobre o casamento de Travis e Abby eram secretos... até agora. Os fãs do casal mais quente da literatura terão todas as suas perguntas respondidas nesta história vertiginosa sobre o dia (e a noite...) do casamento de Travis e Abby — e o melhor, contada pelo ponto de vista dos dois!

Popular Posts

Like us on Facebook

Flickr Images